CREA/RJ realiza evento pelo fortalecimento das profissões

O presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio de Janeiro - CREA-RJ, Reynaldo Barros, conduziu seminário sobre Engenharia na noite da última quinta, 14, na Universidade Veiga de Almeida, em Cabo Frio. O encontro reuniu profissionais da área e estudantes a fim de preparar as propostas e eleger os delegados para o 9º CEP – Congresso Estadual de Profissionais que será realizado em junho deste ano e terá como tema “A defesa e fortalecimento da Engenharia e Agronomia junto à sociedade, a tecnologia e inovação, carreiras e prerrogativas da engenharia”. Durante o encontro foram aprovadas propostas para o fortalecimento da Engenharia no país, e três delegados foram eleitos para o Congresso Estadual. Dentre as propostas está a que limita a autorização de cursos de Engenharia à distância para que seja preservada a qualidade do ensino.

Segundo Reynaldo Barros, a avaliação do seminário foi a melhor possível, com a participação dos estudantes e profissionais, como era esperado: “Fiquei muito esperançoso com os demais encontros microrregionais que ainda serão realizados neste mês e em maio. Aqui foi um balão de ensaio que serviu, em um primeiro momento, para a gente aprimorar os novos encontros”, disse. Além do presidente do CREA-RJ, participaram do debate Raymundo de Oliveira, professor de Engenharia; João Azevedo, diretor da ONG Engenheiros Sem Fronteiras - núcleo RJ; e Luciano Silveira, Presidente da ASAERLA (Associação de Arquitetos e Engenheiros da Região dos Lagos). O público era majoritariamente, de alunos de Engenharia.

Fiscalização do Crea-RJ registra três autos de infração em cidades da região

Durante o dia, fiscais do Crea-RJ realizaram 19 ações de fiscalização em três cidades da Região dos Lagos: Arraial do Cabo, Cabo Frio e São Pedro da Aldeia. Ao todo, nove fiscais encontraram 15 empresas regulares com o sistema CONFEA/CREA. Além destas, duas empresas estavam irregulares. Na ação, foram encontrados, ainda, 11 profissionais registrados e 9 profissionais sem registro (sem visto, com pendências de registro, não incluídos na empresa etc.). A fiscalização registrou 53 ARTs (Anotações de Responsabilidade Técnica), que identifica o responsável pela execução das atividades técnicas.

Ao todo, nove modalidades das profissões abrangidas pelo sistema CONFEA/CREA foram encontradas nesta ação: Geologia, Engenharia Florestal, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica, Engenharia Ambiental, Engenharia de Telecomunicações, Engenharia de Segurança do Trabalho e Agrimensura. Doze notificações foram entregues e estas notificações podem resultar em regularização da atividade ou em auto de infração. Três autos de infração foram expedidos: dois no teatro de Arraial do Cabo (por falta de ART e de placa indicativa do exercício profissional), além de uma no Hotel Caribe, em Cabo Frio (falta de registro relacionado de pessoa jurídica no CREA).

(Fonte: Arquivos da Gazeta)

Comentários