segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Bibi Ferreira "abre" o Natal em Petrópolis

Petrópolis vai iniciar a programação natalina deste ano com grandes nomes da música nacional e internacional, ao lado do que a cidade tem de mais expressivo: um Coral de Mil Vozes. O grande espetáculo que vai marcar a abertura do Natal Imperial dia 29 de novembro, às 20h, no Teatro Sesc Quitandinha, será com a diva Bibi Ferreira, orquestra e artistas convidados, cantando com 40 corais, sob a regência e direção geral do maestro Leonardo Randolfo. “É uma honra dirigir um espetáculo dessa magnitude, tendo a grande dama do teatro brasileiro junto ao trabalho desenvolvido pelo segmento de canto coral. Nossa proposta é ampliar e aprofundar cada vez mais a vivência dos coros, valorizando a identidade cultural da cidade, de forma a consolidá-la como Capital do Canto Coral”, diz, entusiasmado, o maestro Randolfo.  

O show será baseado no CD Natal em Família, gravado por Bibi e amigos pelo selo Biscoito Fino. Com apresentação do veterano ator Francisco Cuoco, grandes nomes do cenário artístico brasileiro e internacional vão dividir o palco do Quitandinha,  como  Leila  Pinheiro, a italiana Mafalda Minnozzi, Pe. Fabio de Melo, Danilo Caymmi, Joyce Cândido, a soprano Claudia Vianna e o tenor Max Wilson. Ingressos na bilheteria do Sesc Quitandinha. A organização do evento vai disponibilizar ainda mil lugares gratuitos no salão Mauá, ao lado do teatro, onde o espetáculo será transmitido simultaneamente em telão. Nenhum desses artistas jamais se apresentou ao lado de um coral de mil vozes. A novidade é que 20 corais de escolas públicas onde o Programa Canta Petrópolis foi implantado (o objetivo do programa é criar um coral em cada escola do município, chegando a mais de 180 unidades escolares) irão se juntar aos 20 corais tradicionais da cidade. Promete ser um belíssimo espetáculo de encantamento e emoção, embalado pelas mais belas canções natalinas.

A realização é da Prefeitura de Petrópolis, através da Fundação de Cultura e Turismo e do Sesc RJ, parceria do Programa Canta Petrópolis/Segmento de Canto Coral e Tribuna de Petrópolis, apoio Intertv, com produção da Thema Soluções Artísticas. No dia 30 de novembro, às 20h, também no Teatro Sesc Quitandinha, o público vai curtir o show de Natal das cantoras Leila Pinheiro e Mafalda Minnozzi, com a participação especial do Coral Dó Ré Mi, Coro Modelo do Programa Canta Petrópolis. Um misto de MPB, tradicionais canções italianas e natalinas vai proporcionar um espetáculo sem igual. Ingressos a preços populares na bilheteria do Sesc Quitandinha.

Bibi Ferreira estreou profissionalmente nos palcos em 1941, e em 1944 montou sua própria companhia teatral, reunindo alguns dos nomes mais importantes do teatro brasileiro, como Cacilda Becker, Maria Della Costa e   Henriette Morineau. Na década de 1960, estrelou My Fair Lady e vieram os sucessos musicais. Na década de 1980, dirigiu grandes espetáculos de dramaturgia sofisticada, musicais, dramas, programas de TV e shows de MPB. Comemorou seus 50 anos de carreira com Bibi in Concert; recebeu o Prêmio Sharp de Teatro em 1996. Em 1999, dirigiu pela primeira vez uma ópera – Carmen, de Bizet. Em 2012, gravou o CD Natal em Família, com vários artistas e a participação dos Corais Dó Ré Mi e Princesas de Petrópolis. A direção musical dos coros pelo maestro Leonardo Randolfo fez com que o show de Natal baseado no CD acontecesse em Petrópolis, agora com um Coral de Mil Vozes.

Entre os convidados estão: Pe. Fábio de Melo, mestre em antropologia teológica, revelou-se através de seis livros publicados e 11 CDs que, juntos, venderam mais de 1,8 milhão cópias. Danilo Caymmi iniciou a carreira como flautista em 1964. Na década de 1980 integrou a Banda Nova de Tom Jobim; escreveu trilhas musicais para seriados e novelas, lançou vários discos, entre eles, o CD e DVD Danilo Caymmi e Amigos, em 2009. Leila Pinheiro trocou a medicina pela música na década de 1980, excursionou pelo exterior e recebeu o prêmio de melhor intérprete no Festival Mundial Yamaha. Muitos prêmios e discos vieram, consolidando a cantora como um dos ícones da MPB. Mafalda Minnozzi começou na década de 1980; trabalhou na RAI como cantora e apresentadora. No Brasil desde 1996, vários discos e gravações de temas de novela depois, ela  fez shows em Petrópolis, encantou-se com o trabalho dos corais e hoje é madrinha do Coral Dó Ré Mi. 

Joyce Cândido é formada em Música pela Universidade Estadual de Londrina-SP, aperfeiçoou-se em Nova Iorque, participou de musicais da Broadway, gravou dois CDs e um teve show de lançamento dirigido por Bibi Ferreira, no Rio de Janeiro. A soprano Cláudia Vianna iniciou estudos de canto em 1985, no Conservatório Brasileiro de Música. Integrou o Coral Municipal de Petrópolis; foi solista do Coral dos Canarinhos de Petrópolis em diversos concertos, inclusive fora do Brasil. O tenor Max Wilson iniciou canto lírico aos dezoito anos, estudou em Nova Iorque e na Áustria onde iniciou carreira profissional pela Europa a partir de 2006; desde então vem participando de óperas e concertos com orquestras e gravações como a do CD Natal em Família.

(Fonte: Tribuna de Petrópolis)

Nenhum comentário:

Postar um comentário