quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Itaipava recebe mais uma edição do "Moto Fest"


Os motociclistas vão ocupar o Parque Municipal de Petrópolis, em Itaipava, Região Serrana do Rio, a partir desta sexta-feira (27) até o domingo (29). As melhores bandas de rock do circuito motociclístico nacional e uma super estrutura são algumas das atrações do 4º Imperial Moto Fest, promovido pela Associação de Motociclistas de Petrópolis (AMP), que reúne 12 motoclubes. O evento tem o apoio da prefeitura, através da Fundação de Cultura, comerciantes de Itaipava e o Petrópolis Convention Bureau. A banda Faixa Etária, atração principal do evento, se apresenta no sábado (28), às 22h. “Vamos levar ao palco os grandes clássicos do rock nacional e internacional e um show de efeitos especiais”, disse Philipe Nunes, guitarrista da banda Faixa Etária. Além da Faixa Etária, outras oito bandas sobem ao palco, além dos grupos regionais Deriva, Meridiun e Ovelha Negra. O evento conta com tendas com produtos de couro e acessórios para motociclistas, praça de alimentação onde um dos atrativos é o Truck Art Bar do Trajano. A entrada é franca, mas os organizadores pedem a doação de dois quilos de alimentos não perecíveis que serão doados para entidades assistenciais de Petrópolis.

Presidente da AMP, Arlindo Soares, do Motoclube Radicais Livres, disse que cerca de 150 pessoas, dos 12 motoclubes que integram a associação, estarão diretamente empenhados em dar a melhor recepção possível aos motociclistas e convidados. “Nosso diferencial é a hospitalidade na recepção aos nossos convidados num espaço muito especial que é o Parque Municipal de Petrópolis, em Itaipava. Nosso café da manhã vai surpreender os motociclistas que, além do evento em si, poderão fazer passeios pelos principais pontos turísticos da cidade imperial”, lembrou Arlindo Soares. Em 2012, o Imperial Moto Fest registrou a presença de mais de 500 motoclubes, alguns de Mato Grosso do Sul, Brasília, Salvador, Goiânia e São Paulo. A organização do evento levou motoclubes de outras cidades a seguirem o exemplo de Petrópolis e criarem associações. “Para os prefeitos, é muito mais fácil apoiar uma associação do que um motoclube isoladamente. Com esta união é possível fazer um evento de melhor qualidade e ampliar a irmandade local”,comentou o presidente da AMP.

(Fonte: Portal G1)

Nenhum comentário:

Postar um comentário