Engenhão é interditado por tempo indeterminado

A Prefeitura do Rio interditou nesta terça-feira (26) o Engenhão, por tempo indeterminado. O estádio estava sendo usado para jogos do Campeonato Carioca, da Taça Libertadores e, a partir de maio, receberia partidas do Brasileirão. “Eu tive que confiar no consórcio que fez a obra, que vem monitorando a situação da cobertura do Engenhão, e com alguns dos seus dirigentes disseram ‘tem risco’. A decisão que hoje se baseia neste risco”, disse o prefeito Eduardo Paes. As obras começaram em 2003, quando o prefeito era César Maia. Foram executadas pela empresa Delta e concluídas em 2007 pelo consórcio formado pelas construtoras OAS e Norberto Odebrecht.

O prefeito Eduardo Paes disse que não há previsão para a reabertura do estádio. Agora, o consórcio OAS-Odebrecht, responsável pela manutenção do estádio, vai fazer uma análise de toda a estrutura da cobertura para identificar os problemas e apontar soluções. “Eu só desinterdito o estádio no momento em que a gente tiver a solução definitiva apontada e as soluções, sanadas”, afirmou o prefeito. Os presidentes dos quatro grandes clubes do Rio - Flamengo, Fluminense, Botafogo e Vasco – decidiram transferir para São Januário os jogos de Fluminense e Botafogo pelo Campeonato Carioca marcados para esta quarta e quinta. Ainda não há definição para as outras partidas, inclusive para a rodada do fim de semana.

(Fonte: Portal G1)

Comentários