sábado, 16 de fevereiro de 2013

Meteorito durante o dia deixa Rússia em pânico

Os habitantes de Chelyabinsk foram surpreendidos esta sexta-feira de manhã, no trabalho ou na escola, pela passagem de um meteorito pela cidade russa, que provocou mais de 500 feridos e vários danos materiais. “Vi uma luz no céu”, conta Polina Zolotarevskaya, que trabalha na Câmara do Comércio e Indústria no centro de Urals, em entrevista à Rádio BBC. De seguida, houve uma grande explosão que destruiu as janelas do edifício onde trabalha. Bukreeva Olga escreveu no Twitter, citada por meios locais de comunicação, que «as janelas da minha casa não se partiram, mas pensei que a casa ia a baixo. Ainda pensou tratar-se de um OVNI ou de um sismo».

Um membro das equipas de emergência ainda não acreditava no que tinha acontecido, mas “sem dúvida, não se tratou de um avião!”. As escolas e os infantários foram encerrados. Com as janelas partidas e as temperaturas negativas, não há condições para as crianças permanecerem lá. O pânico também se apoderou dos menores, assustados com a luz brilhante e, sobretudo, com a explosão. Esta era mais uma manhã normal de trabalho para Viktor Prokofiev. «Estava a conduzir para o trabalho. Estava muito escuro, mas, de repente, tudo ficou tão claro, ficou dia de repente». E acrescenta: «Foi como se ficasse cego por aquela luz».

Também um jovem que estava na paragem do autocarro a despedir-se da namorada não queria acreditar “no rasto de fumo que viu no céu”, conta à Reuters. Este fenómeno extraordinário e invulgar já aconteceu, pelos vistos, na Rússia, há bastante tempo. Em 1908, um meteorito terá rasgado o céu da Sibéria, provocando estragos numa área de dois mil quilómetros quadrados. Testemunhos à época deram conta de janelas partidas a 200 quilómetros do local do impacto, conta a Reuters. Nem os animais escaparam à passagem do meteorito. No zoo da cidade, cavalos e lobos ficaram muito agitados.

(Fonte: TVI24)

Nenhum comentário:

Postar um comentário