sábado, 19 de janeiro de 2013

Revista Forbes: os pastores milionários do Brasil

Famosa por seus rankings de milionários pelo mundo, a revista norte-americana "Forbes" publicou em seu site reportagem (aqui, em inglês) na qual lista os pastores evangélicos mais ricos do Brasil. A lista é encabeçada de longe pelo líder da Igreja Universal do Reino de Deus, bispo Edir Macedo (foto), com riqueza estimada em US$ 950 milhões (cerca de R$ 1,9 bilhão) e dono de empresas que incluem, entre outras, a Rede Record, o jornal "Folha Universal" e uma gravadora de música gospel. A assessoria da Universal diz que o valor é incorreto e que o patrimônio de Macedo não é público. "O patrimônio pessoal do bispo Macedo, como de qualquer cidadão que não exerce atividade como servidor ou agente público, não é questão que mereça publicidade", afirmou, em nota, a assessoria da igreja.

Os valores citados no site da revista não são oficiais. As estimativas foram baseadas em informações publicadas na imprensa brasileira com dados do Ministério Público e da Polícia Federal. "A religião sempre foi um negócio lucrativo. E se você for um pregador evangélico brasileiro, as chances de você encontrar uma mina de ouro são bem grandes", diz trecho da reportagem. Em segundo na lista de pastores abastados, a 'Forbes' coloca o apóstolo Valdemiro Santiago, líder da Igreja Mundial do Poder de Deus e dissidente da Universal, de onde saiu para fundar a sua própria vertente. Segundo a revista, sua fortuna soma US$ 220 milhões (R$ 450 milhões). Logo atrás aparece Silas Malafaia (US$ 150 milhões, ou R$ 305 milhões), da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, R.R. Soares (US$ 125 milhões, ou R$ 255 milhões), da Igreja Internacional da Graça de Deus, e o casal Estevam e Sônia Hernandes (US$ 65 milhões, ou R$ 130 milhões), da Renascer em Cristo. 

(Fonte: Folha de S.Paulo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário