quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Boates interditadas em toda a Região dos Lagos


Onze estabelecimentos, entre casas noturnas e bares, foram interditados na noite desta quarta-feira (30), nas cidades de Cabo Frio, Arraial do Cabo, Armação dos Búzios e São Pedro da Aldeia, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro. As interdições são resultados de uma operação do Corpo de Bombeiros, prefeitura e Polícia Militar, que tem como objetivo regularizar locais da região que estão fora dos padrões de segurança.  A primeira boate que seria vistoriada na operação é a Evidence, que funciona no Centro de Cabo Frio. Segundo o Corpo de Bombeiros, um dos sócios chegou a ir até o local, mas disse que as chaves da casa noturna estavam com outra pessoa. A boate ficou para ser vistoriada nesta quinta-feira (31).

A casa noturna 'The Best Etílico', que funciona no Boulevard Canal, foi o primeiro local interditado em Cabo Frio. Segundo os bombeiros, a escada que dá acesso a boate está irregular. Ela precisa ser maior para que, em caso de emergência, a saída dos frequentadores do lugar seja realizada de forma imediata, sem tumulto. O proprietário do Etilíco, Osmário Martins, disse que não esperava a operação e que vai ter um prejuízo muito grande. O local só poderá ser reaberto após obras na escada e nova vistoria do Corpo de Bombeiros para ver se as exigências foram cumpridas. ''Meu prejuízo vai ser de mais de R$100.000. Não tenho um prazo pra quando vamos poder reabrir. Vamos seguir todas as orientações para poder voltar a funcionar. Queremos acima de tudo trabalhar para oferecer o melhor para nossos clientes'' - disse o dono do local.

Também no Canal em Cabo Frio, o bar Ratatá foi interditado. De acordo com o Corpo de Bombeiros, houve irregularidades na documentação do estabelecimento. Tadeu Aguiar, proprietário do Ratatá, disse que também vai resolver o problema o mais rápido possível. ''Meu bar tem quatro anos e sempre fiz de tudo para que tudo estivesse dentro dos padrões. Já dei entrada no Corpo de Bombeiros aqui de Cabo Frio e ainda esta semana pretendo resolver esse problema no documento'' - disse Tadeu. Homens da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros também estiveram nas boates It's e Doctor Nem, que estavam fechadas e os donos não foram encontrados. Os locais serão vistoriados nesta quinta-feira (31).

Na praia do Forte os bares Imperador e Biroska Chic foram interditados porque tem música ao vivo, e por isso, segundo os bombeiros, deveriam ter saídas de emergência. Aderbal Junior Gomes, responsável pelo local disse que voltará a funcionar nesta quinta (31). ''Vamos reabrir amanhã sem música ao vivo. Futuramente pretendemos reformar nossas instalações para voltarmos com a música ao vivo e assim, trabalhar como o Corpo de Bombeiros orientou'' - disse o proprietário. A Boate Angels, no bairro Peró, foi notificada pelos bombeiros. O motivo seria a falta do registo anual. Segundo a proprietária do local, Ledimar Carvalho, o problema com o documento será resolvido em breve. De acordo com o comandante Rodrigo, de todas as casas noturnas vistoriadas, a Angels foi a única na operação desta quarta-feira (30), que não foi interditada.

Em São Pedro da Aldeia o espaço de eventos do São Pedro Esporte Clube (SPEC), que funciona no Centro da cidade, também foi interditado. Em Búzios, cinco locais foram interditados. Os nomes dos estabelecimentos ainda não foram divulgados. Em Arraial do Cabo, um bar foi interditato. O comandante do Corpo de Bombeiros na Região dos Lagos, tenente coronel Rodrigo Bastos disse que a operação continua até que todos os locais sejam vistoriados. "Neste primeiro momento observamos que a maioria das casas noturnas e bares tem irregularidades para funcionar. Nós vamos vistoriar todos locais que precisam ser vistoriados para que a população possa ter toda segurança".

O comandante disse ainda da importância que uma denúncia tem. Segundo ele, depois da tragédia na boate Kiss, o número de denúncias na Região dos Lagos aumentou muito. "Denunciem. Uma ocorrência de incêndio que a gente recebe tem a mesma importância de uma denúncia que diz que uma porta de emergência de alguma casa noturna está bloqueada". Para fazer a denúncia de alguma irregularidade em estabelecimentos da Regiãos dos Lagos, basta ligar para o número 193 ou então mandar uma mensagem pelo site do Corpo de Bombeiros (www.defesacivil.rj.gov.br)

(Fonte: Portal G1)

Nenhum comentário:

Postar um comentário