Audacioso, Palmeiras quer Riquelme para Série B

O presidente do Palmeiras, Arnaldo Tirone, já está em Buenos Aires, capital da Argentina, para negociar a contratação do meia Juan Román Riquelme, do Boca Juniors. E o empenho da diretoria alviverde em contar com o experiente jogador, que não atua desde a final da Copa Libertadores em junho, impressionou o jornal local Olé, principal diário esportivo do país.

A publicação afirma que o Palmeiras "parece disposto a tudo" para ter Riquelme, destacando que Tirone viajou pessoalmente mesmo estando nos últimos dias de seu mandato - a eleição no clube paulista acontece na próxima segunda-feira. Outro fator lembrado pelos argentinos foi que o mandatário palmeirense quer fechar o negócio mesmo sem a aprovação do Conselho de Orientação e Fiscalização (COF) do clube, que teria que respaldar as decisões do presidente.

Segundo o Olé, o salário oferecido a Riquelme seria de US$ 175 mil por mês - algo em torno de R$ 357 mil. Já no Brasil se fala em um valor superior, na casa dos R$ 420 mil. Em um ponto, porém, há concordância: o Palmeiras pretende oferecer ao jogador de 34 anos um contrato de três temporadas. No Boca, o meio-campista ganha atualmente R$ 210 mil. Até o momento, os únicos reforços do Palmeiras para 2013 foram o goleiro Fernando Prass e o lateral direito Ayrton. O clube sofre com a falta de dinheiro para contratar, mas busca nomes como o lateral esquerdo Márcio Azevedo, do Botafogo, e o zagueiro Román Torres, do Millonarios (COL).

(Fonte: UOL)

Comentários

ARQUIVOS DA GAZETA

Mostrar mais