sábado, 3 de novembro de 2012

Novo acidente com ônibus da 1001: seis mortos


Por volta das 21h30 da noite desta sexta-feira, o acidente entre o Chevrolet Astra, prata, de placa LUR 0790, de Araruama, e o ônibus da Viação 1001, de placa KXK 4614, resultou na morte de seis pessoas e em oito feridos, no KM 17 da Via Lagos (RJ-124), na altura de Castelo, em Rio Bonito. De acordo com policiais militares do BPRV (Batalhão de Polícia de Trânsito Rodoviário e Urbano), ao atravessar a pista, Fabiana Moraes da Silva, de 26 anos, teria sido atropelada e morta pelo Astra. Os PMs disseram que o carro, que seguia em direção ao Rio de Janeiro, perdeu o controle após o atropelmento e bateu no ônibus da Viação 1001, que ia de Niterói para Cabo Frio. Este teria arrastado o veículo por alguns metros antes de o carro começar a pegar fogo. As chamas se alastraram para a parte superior do ônibus, onde ficam os passageiros. Mas, de acordo com os PMs, os passageiros tiveram tempo de sair do ônibus sem ferimentos mais graves.

As passageiras do ônibus, Daniela Chaves Dias, 16 anos, Adriana Melo de Souza Lima, 18 anos, Clara Angélica Gonçalves Dias, 35 anos, e Antônia Gonçalves Mainá Dias, de 73 anos, foram levadas para o Hospital Regional Darcy Vargas, em Rio Bonito, e liberadas ainda na madrugada. Lá havia um micro-ônibus da 1001 para transportar as vítimas. Acidente com um ônibus de viagem e carro de passeio deixa seis mortos e oito feridos no KM 7 da Via Lagos altura da Cidade de Rio Bonito. Já os cinco ocupantes do Astra morreram carbonizados. Os corpos foram levados para o Intituto Médico Legal de Araruama para tentativa de identificação. Os PMs disseram que no carro estavam dois homens, duas crianças e mais um pessoa adulta cujo sexo não foi possível de ser identificado.

"Em quase 12 anos de polícia nunca vi um acidente tão assustador. Primeiro, ao chegar ao local, me deparei com muitos pedaços do crânio e do cérebro de Fabiana espalhados pela pista. Depois, a cena do carro pegando fogo com as vítimas dentro. Uma das crianças estava com metade do corpo para fora do carro já consumido pelo fogo. Havia corpos, uns por cima dos outros, carbonizados. Foi um choque!", contou o cabo-PM De Castro. Viaturas do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar (BPRV) e guinchos da concessionária CCR Via Lagos foram acionados durante a madrugada para remoção do ônibus e dos restos do Astra que ficaram espalhados pela pista. Durante a madrugada deste sábado o trânsito no KM 17 da Via Lagos seguia em 'Pare e siga'. A ocorrência foi registrada da 119ª DP (Rio Bonito). Lá já foi aberta investigação, que vai colher depoimentos. O laudo da perícia fica pronto em 7 dias.

(Fonte: Jornal O Dia)

Nenhum comentário:

Postar um comentário