Leo Gandelman se apresenta nessa quinta em Cabo Frio

O Largo de São Benedito, no bairro da Passagem, receberá AMANHÃ (26/07), a partir das 20 horas, a primeira edição do Projeto Passagem Viva, com shows da Orquestra de Choro Aconchego e do músico Leo Gandelman. O evento é organizado pela Prefeitura de Cabo Frio, através de sua Secretaria de Turismo e pela Infinity Eventos e tem como principal objetivo fomentar a visitação ao bairro Passagem, incentivando o comércio local e oferecendo mais uma opção de cultura, lazer e gastronomia para cabo-frienses e visitantes. O Projeto que posteriormente será realizado no segundo sábado de cada mês, contará com palco para apresentações musicais e barracas para as várias ações culturais que estão sendo planejadas, como exposições de pintores e outros artistas locais que formarão um corredor cultural aberto à visitação e comercialização.

No show que dará início ao Projeto Passagem Viva, Leo Gandelman e banda farão uma mostra de algumas composições inéditas que fazem parte do seu novo lançamento, com releituras de sucessos que marcaram sua trajetória e uma homenagem a Chico Buarque de Holanda. Leo Gandelman é um dos mais celebrados instrumentistas do Brasil. É saxofonista e alcançou um patamar inteiramente único no universo musical do país - e raro até mesmo mundo afora: é adorado pelo grande público, jovem e pop e, também, pelos fãs de MPB. E para abrilhantar ainda mais o show Leo Gandelman convidou Serginho Trombone, arranjador e trombonista que possui uma enorme folha de trabalhos realizados na música brasileira, sendo considerado um símbolo da MPB dada à variedade de estilos e artistas com os quais trabalhou, como por exemplo, Luiz Melodia, Tim Maia e Ed Motta.

Também dividirão o palco com Gandelman os músicos Rafael Vernet, nos teclados, André Vasconcellos, no baixo e Renato Massa, na bateria. E para abrir a noite do Projeto Passagem Viva foi convidada a Orquestra de Choro Aconchego, composta por músicos de Cabo Frio, em sua maioria formada por alunos e professores da Escola de Música Santa Helena. A Orquestra, sob regência do maestro Jessé Corrêa, apresentará repertório basicamente da obra de Pixinguinha e Benedito Lacerda, com arranjos do próprio Pixinguinha, encontrados a cerca de 10 anos na Biblioteca Nacional pelo músico Henrique Cazes.

(Fonte: Gazeta das Cidades)

Comentários